Aprenda gora o que e um estudo de caso

O que e Estudo de Caso - uma análise dos métodos no Ensino e Pesquisa em Administração

Este artigo apresenta o que e estudo de caso e a conceituação dos diferentes métodos e suas aplicações em atividades de ensino e pesquisa, as possibilidades de interface entre os mesmos, ter a possibilidade para a construção de casos para fins didáticos a partir de relatórios de pesquisa onde o Método tenha sido aplicado. O texto defende que casos construídos para fins didáticos não podem se distanciar do rigor metodológico no Estudo de Caso, seja pela forma de coleta de dados, seja pelo escopo teórico que dá sustentação ao mesmo.

Os preconceitos existentes em relação a esse grande estudo são externalizados em afirmativas como: os dados podem ser facilmente distorcidos ao bem prazer do pesquisador, para ilustrar questões de maneira mais efetiva; os estudos de caso não fornecem base para generalizações científicas; a afirmação de que estudos de caso demoram muito e acabam gerando inclusão de documentos e relatórios que não permitem objetividade para análise dos dados.

Estas questões podem estar presentes em outros métodos de investigação científica se o pesquisador não tiver treino ou as habilidades necessárias para realizar estudos de natureza científica; assim, não são inerentes ao Estudo de Caso. Para se discutir o que e Estudo de Caso três aspectos devem ser considerados: a natureza da experiência, enquanto fenômeno a ser investigado, o conhecimento que se pretende alcançar e a possibilidade de generalização de estudos a partir do método.

Pesquisas de natureza qualitativa envolvem uma grande variedade de materiais empíricos, que podem ser estudos de caso, experiências pessoais, histórias de vida, relatos de introspecções, produções e artefatos culturais, interações, enfim, materiais que descrevam a rotina e os significados da vida humana em grupos.

Segunda fase do Método do Estudo

O projeto de pesquisa utilizando o Método do Estudo de Caso pode-se dizer que um projeto de pesquisa que envolva o três fases distintas:

  • A escolha do referencial teórico sobre o qual se pretende trabalhar;
  • Conduzir um estudo de caso, coletando e analisando os dados, culminando com o relatório do caso;
  • A análise dos dados obtidos à luz da teoria selecionada, interpretando os resultados.

Na primeira fase da condução de estudos de caso deve-se atentar para o desenvolvimento do protocolo, documento formal que contém os procedimentos, os instrumentos e as regras gerais a serem adotados no estudo e onde estão listados: uma visão geral do projeto, com tema do mesmo, questões de estudo e leituras norteadoras.

Segunda e última fase do Método do Estudo

Na segunda fase do estudo são colhidas as evidências que comporão o material sobre o caso; trata-se da análise de documentos

  • Da empresa,
  • De órgãos relacionados;
  • Do desenvolvimento de entrevistas junto às pessoas relacionadas ao caso, de observações (direta ou participativa, quando o observador faz parte da realidade sob estudo) ou mesmo da utilização de artefatos (câmaras de vídeo, p. ex.).

A não utilização de múltiplas fontes de evidência pode propiciar alguns dos erros freqüentemente apontados por aqueles que são críticos ao método, como generalizações infundadas e não validação dos construtos. Entretanto, esta questão de validade é enfaticamente discutida no âmbito da pesquisa qualitativa quando diz que o valor do conhecimento não pode ser julgado apenas pela correspondência entre suas formas e a realidade estudada, mas por sua capacidade de construção sobre o estudado.

Na última fase do estudo buscam-se a categorização e a classificação dos dados, tendo-se em vista as proposições iniciais do estudo. Embora haja várias estratégias para esta etapa, propõe duas estratégias gerais: basear a análise em proposições teóricas, organizando-se o conjunto de dados com base nas mesmas e buscando evidência das relações causais propostas na teoria; desenvolver uma estrutura descritiva que ajude a identificar a existência de padrões de relacionamento entre os dados.