Como deixar um estudo de caso pronto bem feito

Como escrever de modo a ter um estudo de caso pronto

Encontra-se em ascensão na academia brasileira a utilização de uma técnica de produção científica que se contrapõe sobre vários aspectos ao modelo de pesquisa antes predominante conhecido como Monografia bibliográfica. Trata-se do estudo de caso pronto, sistema de pesquisa de produção de conhecimento que se baseia em aspectos fáticos para se desenvolver e na demonstração empírica dos resultados que são colhidos através da observação da realidade.

Enquanto a monografia clássica baseia-se no estudo e compilação de dados extraídos de livros e artigos científicos que tenham sido escritos e desenvolvidos antes da elaboração do artigo que se pretenda fazer, o estudo de caso – como já dito – bebe em fatos reais para auxiliar a produção de um conhecimento de caráter extremamente prático e desburocratizado. Serve, portanto, tal método, para auxiliar na melhor compreensão de algum fenômeno atual.

As maneiras existentes de elaboração de trabalhos científicos são as mais diversas, dentre as principais, no entanto, encontramos a já mencionada bibliográfica e esta outra, que constitui principal objeto deste artigo.

Como já dito dantes, um estudo de caso TCC constitui uma pesquisa que aborda e, portanto, auxilia em uma leitura de mundo de algum fenômeno atual. O objetivo de trabalhos que se valem desta metodologia é explicar, possibilitando a análise e o entendimento de como ou de porquê determinado evento acontece desta ou daquela maneira.

Por onde dar início na escrita de um trabalho monográfico

Esta metodologia, como já dantes dito, propicia um avançado grau de compreensão sobre fenômenos práticos. O que precisamos observar antes, porém, é que antes de começarmos de fato a produção do trabalho, é necessário que organizemos um roteiro que será responsável por delimitar a área de pesquisa do trabalho, tal ação ajudará sobremaneira a obter um estudo de caso pronto sem grandes sofrimentos. As vantagens de se estruturar um roteiro, dentre outras são:

  1. Não correr o risco de não saber quais os passos seguintes da pesquisa;
  2. Poder requerer o auxílio de um professor sobre os passos seguintes e as melhores condutas;
  3. Colher os melhores resultados da pesquisa para análise no tempo correto de modo a obter dados mais verossímeis.

Uma vez escolhido o tema com que se pretende trabalhar e desenhado o roteiro que se pretenda seguir, convém que o aluno passa a considerar também a possibilidade de valer-se de alguma contribuição bibliográfica para dar embasamento teórico mais sólido para aqueles eventos que pretenda destrinchar fazendo uso de ferramentas científicas que possam no futuro ser objeto de replicação pela aplicação e conservação de variáveis equivalentes já que é isso que faz possível à ciência evoluir: A possibilidade de replicar resultados e promover o aumento no bem estar da sociedade.

Como escolher um bom orientador para o meu trabalho

Você ainda é um estudante e para produzir seu primeiro artigo científico convém que possa contar com a ajuda de um profissional que já explorou aquela determinada área de conhecimento. É por esse motivo que as universidades oferecem ao aluno a possibilidade de escolher um professor para orientá-lo neste percurso do conhecimento. Para que dê tudo certo é preciso observar alguns aspectos no momento da escolha:

  • Existe empatia entre você aluno e o professor?
  • Ele tem pleno domínio da área de conhecimento na área que você escolheu ou é um aventureiro?
  • O professor se mostra prestativo e auxiliador?

Pois bem, tratemos mais sobre cada um destes itens. Você conhece – por acaso – aquela expressão que fala sobre um santo não bater com o outro? Pois bem, você e o professor conseguem se entender mesmo quando falam de assuntos sobre os quais não concordam? É um ponto a se analisar. Ainda que vocês tenham afinidade, será necessário aferir ainda se ele possui conhecimento profundo naquela área pois do contrário seu trabalho terá um resultado pífio. Por último, é preciso questionar o professor para descobrir se ele possui real disponibilidade.

Observando estas questões você pode ter por certo que o seu trabalho será um sucesso.