Viagens nas aventuras de Huckleberry Finn

Viagens físicas acontecem como resultado direto de viajar para lugares diferentes. Além disso, eles podem acontecer coletiva ou individualmente, mas envolvem sempre algo mais do que apenas um mero movimento. Isso ocorre porque essas jornadas são frequentemente acompanhadas do desenvolvimento e crescimento interno das pessoas, causadas por decisões e experiências de vida diferentes que afetam os resultados.

Esses conceitos e conexões entre as jornadas emocionais e físicas se refletem no texto de As Aventuras de Huckleberry Finn, um famoso livro escrito por Mark Twain. Este romance fornece aos leitores um retrato bastante realista do estilo de vida do Sul antes da Revolução Americana. Também descreve a forma como uma companhia permite que os personagens principais aprendam a partir de diferentes perspectivas que enriquecem suas jornadas e garantem seu desenvolvimento e crescimento internos.

Este aspecto é claramente descrito pelo autor através do uso da primeira pessoa, e é aqui que Mark Twain emprega a voz vernacular sem instrução de Huck Finn. Essa técnica de escrita contribuiu para a autenticidade de sua caracterização sulista, focalizando sua transformação pessoal de um preconceito racial e mentalidade limitada para uma perspectiva mais tolerante e moral. Jim e Huck começam sua busca pessoal pela liberdade. No entanto, Huck quer se libertar da chamada civilização, enquanto Jim quer se libertar da escravidão.

Eles decidem viajar juntos rio abaixo, e esta jornada simboliza seu desejo de segurança e liberação. À medida que continuam viajando, eles não apenas descem o rio, mas também começam a descobrir quem realmente são, continuam aprendendo e crescem ao longo do caminho. É assim que as opiniões iniciais mudam. Huck está ansioso para se adaptar às expectativas da sociedade, defendendo a escravidão, mas depois percebe que Jim é igual a outras pessoas. Isso significa que esse personagem principal se torna maduro em um sentido moral.

Além disso, seu reconhecimento de sua amizade com Jim o ajuda a crescer emocionalmente durante essa jornada física. É usado pelo autor para abranger algo mais do que apenas mudar de um lugar para outro porque envolve o crescimento emocional de Huck, e isso é comprovado no texto. Ele aprende algo importante sobre si mesmo e sua identidade, e Mark Twain usou diferentes técnicas de escrita para retratar sua importante jornada emocional e física.

También te puede interesar